Exterminador Morris: O dia do julgamento

Você sabia que os líderes das Testemunhas de Jeová pensam que vão estar pessoalmente envolvidos na morte de bilhões de pessoas num futuro próximo?

Anthony Morris III, um membro do comitê de liderança da religião, conhecido como Corpo Governante, fez uma palestra em Helsinki, no congresso internacional das Testemunhas de Jeová, em Junho de 2016.

Enquanto ouvia o discurso, pela primeira vez, ocorreu-me que Morris, e outros membros do Corpo Governante, na verdade, acham que a qualquer momento estarão pessoalmente envolvidos no abate da maioria da população da Terra.

Como assim?

Bem, vamos dar um passeio por algumas das crenças das Testemunhas de Jeová, para nos ajudar a contextualizar melhor as reivindicações de Morris feitas durante sua palestra em Helsinki, que começa no minuto 54 do vídeo. Não podemos armazenar o vídeo aqui, já que a Torre de Vigia, no passado, tentou fechar o site por tais ações.

Armagedom: Quem vive, quem morre, quem mata?

Morris e seus companheiros membros do Corpo Governante alegam pertencer a um grupo conhecido na doutrina das Testemunhas de Jeová como os “144.000”, também chamado de “os ungidos.” É um grupo que as Testemunhas ensinam que irá para o céu depois de sua morte, e em breve governará a Terra do reino celestial. As Testemunhas de Jeová acreditam também que o resto da humanidade fiel formará um segundo grupo chamado de “a grande multidão.” Eles ensinam que este segundo grupo sobreviverá à batalha final do Armagedom.

O que é a batalha do Armagedom de acordo com as Testemunhas de Jeová? Eles acreditam que seja a grande batalha final entre Deus e “a humanidade infiel.” Isto é o que as Testemunhas de Jeová dizem sobre o papel dos 144.000 no próximo Apocalipse:

O momento do encontro indica que todos os ungidos estarão no céu antes de começar a guerra de Deus no Armagedom. No céu, os 144.000 co-regentes com Cristo receberão autoridade para governar com Jesus e empunhar “uma barra de ferro” de destruição contra todos os inimigos do Reino de Deus. (Ap 2:26, 27) – publicação das Testemunhas de Jeová  “O Reino de Deus Já Domina”, capítulo 21.

Então, quem vai ser morto no Armagedom?

De acordo com a Torre de Vigia, todos que não são Testemunhas de Jeová.

“Somente as Testemunhas de Jeová, os do restante ungido e a “grande multidão”, como uma organização unida sob a proteção do Supremo Organizador, terão alguma esperança bíblica de sobreviver ao iminente fim deste sistema condenado dominado por Satanás, o Diabo.” – Sentinela de 01 de setembro de 1989, p.19.

As Testemunhas de Jeová esperam que o Armagedom comece a qualquer momento. Existem atualmente cerca de 8 milhões de Testemunhas de Jeová ativas, talvez cerca de 10-12 milhões de Testemunhas de Jeová, se as crianças pequenas e outros que não estão envolvidos no proselitismo forem contados. Então, se o Armagedom começar agora e apenas as Testemunhas de Jeová forem poupadas, isso significa que cerca de 99,9% da humanidade seria morta. Embora elas possam tentar esconder isso, este banho de sangue é central na mensagem das Testemunhas de Jeová que pregam a Palavra numa rua perto de você.

Anthony Morris: Anjo da Morte?

Em seu discurso em Helsinki neste verão, Anthony Morris III citou 2 Reis 19 vers. 35. Aqui, a Bíblia afirma que um único anjo enviado por Jeová matou 185.000 soldados assírios durante uma noite. Morris, em seguida, continua a dizer: “No Armagedom, Cristo Jesus vai se levantar, e junto com ele os 144.000. Você pode imaginar, um anjo destruiu 185.000, o que farão as 144.000 criaturas imortais junto com Jesus? E apenas os fiéis estão no livro”.

O livro que ele se refere é o Livro da Vida, mencionado em Apocalipse 17:8. De acordo com as Testemunhas de Jeová: “Parece que Jeová Deus, figurativamente falando, tem escrito nomes no livro da vida desde “a fundação do mundo” – parece que somente quando uma pessoa se torna um servo de Jeová é o seu nome escrito no “livro da vida”, e somente se ele continuar fiel é o seu nome retido nesse livro.” – Estudo Perspicaz vol.2, pp 464-468. – Publicação das Testemunhas de Jeová

Basicamente, o que Morris está dizendo a sua audiência no discurso final do congresso em Helsinki é isso: “Você deve continuar sendo um servo fiel de Jeová – o que equivale a ser um apoiador leal da organização que eu estou participando – ou eu vou estar pessoalmente envolvido em matá-lo num futuro próximo, depois de ter recebido poderes sobrenaturais por Jesus”.

Não sei se os líderes das Testemunhas de Jeová pensaram sobre isso, mas ameaçar matar alguém, a menos que sejam leais a você, é geralmente considerado um crime. É certamente algo que a maioria das pessoas consideraria ser extremamente antiético.

As Testemunhas de Jeová são chamadas às vezes de pacifistas, porque se recusam a servir nos exércitos de todos os países. No entanto, não posso evitar de me questionar se este termo é realmente apropriado quando os líderes da religião, homens como Anthony Morris III, estão esperando ansiosamente participar da guerra como criaturas sobrenaturais, com o único propósito de brutalmente abater homens, mulheres e crianças indefesos, aos bilhões.

 

www.facebook.com/valkila
www.instagram.com/joni_valkila
www.twitter.com/JoniValkila

JW Survey Escritor Convidado Joni Valkila

 

 

.
The Friday Column: Terminator Morris: Judgment Day

Copyright © 2011-2016 JWsurvey.org

5 Comentários

  1. A obsessão do JW.Org com a morte, destruição, aniquilação ….é incrível e revela-se como sendo um “Culto da Morte”. Recentemente, uma criança em nossa congregação, quando perguntado “O que aconteceria se você fosse desobediente a seus pais”, respondeu prontamente, sem qualquer reflexão: “Jeová me destrói no Armagedom” Foi como uma chicotada. Isso me fez estremecer. Para essas pessoas, nada é mais normal do que SER DESTRUÍDO, ser rasgado e queimado como um hotdog esquecido em uma churrasqueira. Eles estão caminhando ao longo da vida, vendo seus colegas “mundanos”, pessoas que se encontram durante as compras, nos passeios,… como futuros cachorros-quentes chamuscados. Isso é totalmente normal para eles. Nada a se preocupar. Que tipo de visão do mundo é essa?

  2. Ele é um amante da violência, como já foi mencionado … é da abundância do coração que a boca fala. Ele é alguém que não devemos associar de acordo com os próprios escritos do Corpo Governante.

    Saudações

  3. Completamente cego pela doutrinação cultista e dogmática.

  4. Excelente artigo, Joni.

    Na verdade, essa ideia dos ungidos matar pessoas percorre todo o caminho de volta até Rutherford, como referi neste artigo de meu blog: Testemunhas de Jeová me matem! http://smmcroberts.net/blog/jehovahs-witnesses-kill-me/

  5. Somente uma profunda necessidade de acreditar leva alguém a dar confiança para um psicopata como Anthony Morris.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *